fbpx

Dormir bem é o melhor remédio | CONTATO (11)3539-2790

Rua Dr. Veiga Filho, 350 | 7ºandar - Higienópolis - São Paulo

SONO E EMAGRECIMENTO? QUAL A RELAÇÃO?

A cada dia mais pessoas buscam entender como sono e emagrecimento estão conectados.

Buscas no Google como “importância do sono no emagrecimento” e “dormir pouco engorda ou emagrece” mostram a preocupação de cada um em tentar entender essa relação e se esforçar de modo a dormir bem e emagrecer com tranquilidade.

Neste vídeo, eu mostro que, cientificamente, o emagrecimento está relacionado com um sono de boa qualidade.

Além disso, sugiro que se você deseja emagrecer com saúde, ter uma boa noite de sono é uma etapa decisiva nesse processo.

Se você já tentou de tudo para emagrecer, mas não obteve sucesso, eu organizei uma porção de informações e estudos que mostram como o sono e emagrecimento está diretamente ligados.

Entenda as razões que levam você a engordar e perceba como o sono pode ser seu aliado na hora de ter mais saúde e bem-estar!

Qual a relação entre sono e emagrecimento?

sono e emagrecimento

Segundo a OMS, 40% dos brasileiros têm problemas para dormir. O problema é caracterizado pela perda de sono, dificuldade para dormir e manter-se em repouso ou sentir que o sono não foi renovador.

Entre as consequências de uma noite mal dormida está a baixa capacidade imunológica e o ganho de peso. Entra aí uma relação direta entre sono e emagrecimento.

Uma pesquisa, publicada no Annals of Internal Medicine, indicou que dormir bem favorece a perda de gordura, porque uma boa noite de sono pode interferir no processo da composição corporal.

Participaram da amostra dez voluntários divididos em dois grupos condicionados ao mesmo consumo de calorias. Em um grupo, os voluntários dormiam em média 8 horas e meia, enquanto no outro grupo eram restritos a dormir no máximo 5 horas e meia.

Durante o período de estudo, os grupos apresentaram perda de peso. Porém, o grupo com restrição de sono perdeu muito mais massa magra (músculos e tecido sem gordura) do que gordura.

Os voluntários que dormiram em média 8 horas eliminaram mais da metade de peso em gordura acumulada.

Os resultados mostraram que os hábitos de sono estão relacionados ao controle do peso.

Um dos pesquisadores afirma que, para pessoas que tentam perder peso só com dietas, a restrição de calorias pode ser muito desvantajosa caso existam problemas para dormir.

Essa é uma pesquisa que apresenta uma associação real entre o sono e emagrecimento.

Vale destacar que, de acordo com a OMS, existem 90 tipos de distúrbios do sono. Entre os principais está a insônia, a qual afeta entre 10% e 15% da população mundial.

Pouca gente sabe, mas a insônia pode ocasionar, além da obesidade, problemas cardíacos, comportamentais e psíquicos.

A insônia e seus danos

A insônia pode ser a origem principal de problemas pessoais e profissionais. Não se trata apenas de cansaço, pois a falta de sono é capaz de trazer consequências graves se não tratada.

Uma pesquisa, publicada na Revista da Associação Médica Brasileira, analisou que a redução das horas de sono desempenha um papel fundamental no ganho de peso.

Isso faz com que as pessoas comam muito mais do que o suficiente para desempenharem suas atividades cotidianas.

Contando com mais de 900 pacientes, entre 18 e 91 anos, o estudo apontou que aqueles que tinham sobrepeso ou obesidade confessaram dormir uma quantidade de horas menor comparada com pessoas com um peso saudável.

Já as pessoas que dormiam 4 horas ou menos tinham uma possibilidade 73% maior de serem obesas. Dá para ver aqui que o melhor é não ver na prática a relação entre sono e emagrecimento.

E não para por aí…

Existem casos de depressão provocados pela insônia, pois quando algumas substâncias de humor, que são produzidas durante o sono, não estão sendo estimuladas, quadros depressivos se tornam comuns.

E a depressão abre caminho para diversos males, como alterações no peso, por exemplo.

As causas são inúmeras, mas a cada dia está sendo mais comum observar indivíduos que sofrem de insônia acompanhada de depressão e dificuldades em emagrecer ou perda de peso acentuada.

Isso comprova o quanto esses transtornos estão conectados.

A depressão acompanhada de ansiedade e estresse dificultam ainda mais a perda de peso. É o famoso efeito de “descontar na comida”.

Pessoas que sofrem deste mal-estar físico e psíquico geralmente têm perda de sono, o que favorece a baixa queima de calorias durante a noite prejudicando a produção de hormônios relativos ao apetite.

Quando a balança se torna um problema

sono e emagrecimento

Alguns estudos revelam que pessoas que dormem mal, ou que dormem uma quantidade de horas inferior ao superior ao que necessitam, têm uma propensão maior à obesidade.

A maioria dos resultados indica que sono e emagrecimento têm uma relação aparente.

Como é o caso de uma pesquisa da Universidade de Chicago, que apresentou dados comprovando que a falta de sono eleva a predisposição ao vício em alimentos com excesso de sal, açúcar e gordura.

Esses alimentos nocivos ao organismo, se consumidos de modo indiscriminado, podem levar ao sobrepeso.

Esse estudo contou com 14 voluntários que foram divididos em dois grupos: um grupo poderia dormir até 8 horas e meia por noite, enquanto o outro teria apenas 4 horas e meia de sono.

Nos primeiros dias eram oferecidos os mesmos alimentos para ambos. No quarto dia, foram oferecidos um conjunto variado de alimentos, incluindo balas, biscoitos e salgadinhos.

Os voluntários que passaram pela privação do sono comeram em maior quantidade os alimentos menos saudáveis, resultando no dobro do consumo de calorias comparado com os voluntários que dormiram em média 8 horas.

Isso se dá pelo aumento dos endocanabinoides, que são moléculas naturais do sistema nervoso parecidas com o princípio ativo da maconha – o THC.

Essas moléculas promovem o cancelamento da sensação de saciedade e a sua reprodução provoca a fome.

O sangue dos voluntários foi monitorado com a análise dos níveis das moléculas endocanabinoides com influência na regulação da fome, chamadas 2-AG.

Os resultados mostraram que o nível 2-AG no sangue dos voluntários que dormiram menos foi 33% maior.

Essa pesquisa revela que a redução ou perda de sono estimula a ingestão de comida, funcionando de forma semelhante aos efeitos da maconha.

Isso ocasiona muitas vezes o vício por alimentos prejudiciais à saúde e o ganho de peso com o passar do tempo.

Por dentro da obesidade

Dificuldades com o sono tornam sua rotina mais cansativa. Seu corpo fica impossibilitado de trabalhar quando sono e emagrecimento estão em lados opostos de uma mesma jogada.

Os problemas para dormir têm diversas causas, que podem vir de:

  • Maus hábitos;
  • Uso de medicamentos para emagrecer;
  • Estimulantes como a cafeína;
  • Tabagismo;
  • Doenças cardíacas;
  • Doenças respiratórias;
  • Doenças psiquiátricas.

Interessante que muitas pessoas tomam medicações para emagrecer, às vezes nem autorizadas pelo órgão regulador, sem o conhecimento de que a falta de sono pode ocasionar o ganho de mais peso.

Isso ocorre por conta dos hormônios leptina e grelina. Esses hormônios possuem uma relação importante com a quantidade de comida que uma pessoa consome durante o dia.

Aqueles que sofrem com um sono de péssima qualidade estão predispostos a desenvolverem um desequilíbrio entre esses hormônios.

O desequilíbrio ocorre da seguinte forma: a leptina fica muito baixa enquanto a grelina fica muito alta. E é essa instabilidade que vai gerar o aumento do apetite.

Com um menor grau de saciedade, o indivíduo fica com uma fome insaciável. Mal sabe o motivo que o levou ao descontrole!

Além disso, pessoas que dormem mal geralmente praticam menos atividades físicas. O metabolismo vai ficando mais lento, o sistema imunológico vai desacelerando também.

E o resultado é clássico: maior ganho de peso em um menor período de tempo.

A direção que isso pode te levar

sono e emagrecimento

De acordo com um estudo realizado pela Sleep School, em Londres, a qualidade do sono influencia aspectos estéticos, mentais e físicos.

Sarah Chalmers, 46, passou pelo experimento no período de oito noites seguidas. Nas primeiras noites a quantidade de horas dormidas foi maior, enquanto que nas últimas foi reduzida a fim de comparar os efeitos do sono.

Sarah foi submetida a dormir quatro horas na primeira noite, oito horas nas próximas duas noites e seis horas durante as últimas cinco noites.

As consequências foram perda de saúde da pele, problemas de memória, alterações de humor, falta de atenção e a sensação de fome descontrolada.

O nosso metabolismo não deixa de funcionar enquanto estamos dormindo. Quando estamos acordados durante o dia, o nosso corpo acumula energia e a gasta durante o sono, auxiliando no equilíbrio funcional dos órgãos e queimando calorias, por exemplo.

O experimento concluiu que a qualidade do sono afeta a aparência, o metabolismo e o bem-estar.

Logo, é importante ter uma noite de sono em que você possa despertar com a sensação de estar revigorado, apresentando uma aparência agradável e desfrutando de uma boa disposição.

Existem metodologias relacionadas à mudança de hábitos para combater a insônia.

Quando o comportamento é alterado de forma benéfica ao metabolismo, é possível conquistar com mais frequência melhores noites de sono.

Isso não significa dormir mais, e sim dormir melhor. E claro, dormindo melhor fica mais fácil emagrecer!

Como eu posso perder peso tendo uma boa noite de sono?

Quando você quer aliar sono e emagrecimento, deve deixar de lado os remédios para emagrecer e as dietas estressantes.

Arrisque focar em boas noites de sono e deixe seu organismo trabalhar por você enquanto descansa. A mudança de comportamento vai comprometer o seu corpo a queimar calorias durante uma noite de sono sossegada.

Perceba se o seu sono está de boa qualidade. Avalie a quantidade de horas que você está dormindo e se são suficientes para se sentir inteiramente revigorado.

Isso varia muito de pessoa para pessoa, então faça alguns testes durante as primeiras noites e aplique a quantidade de horas que achar perfeita para descansar e tentar estar novinho em folha quando despertar!

Simule que você é um celular e precisa carregar cerca de 8 horas durante a noite para estar com a carga toda no próximo dia.

É bem simples: enquanto estiver dormindo, compreenda que está recarregando as energias.

O ideal é manter horários regulares para dormir e acordar

Não é uma coisa muito fácil, mas quando você se programa e estabelece horários moderados para descansar e despertar, o seu corpo entende essa rotina e passa a trabalhar com maior estabilidade. O seu sono vai te agradecer e a sua saúde também!

Considere a prática de atividades físicas periódicas. Mas esqueça de malhar e logo depois ir dormir.

Pensando na liberação de hormônios, estabeleça um intervalo de no mínimo 3 horas entre alguma prática física e a hora de descansar. Assim você estará mais relaxado e isso vai te ajudar a dormir melhor.

Diversos estudos afirmam que o sono é indispensável para usufruir de qualidade de vida.

Em resumo, horas de descanso são fundamentais para aumentar e manter o seu nível de produtividade.

Vamos juntos fazer a mudança?

A maioria das pessoas procuram emagrecer de forma milagrosa, mas apenas uma minoria têm consciência de que o sono pode ser determinante para conseguir bons resultados com a balança.

A partir de estudos e observações que eu fiz ao longo dos anos e compartilhei aqui neste artigo com você, sentimos a necessidade de criar a Soneria.

Com o intuito de ajudar você e todas as pessoas que experimentam problemas com distúrbios do sono, queremos mostrar que é possível transformar esses tipos de situações.

Através de textos, vídeos e programas de melhoria gradativa da qualidade do sono, escolhemos ajudar você a mudar sua vida para melhor, transformando as noites mal dormidas em momentos prazerosos de descanso.

Você é capaz de ser uma pessoa descansada e mais produtiva, pronta para obter grandes conquistas!

Para receber informações exclusivas sobre as soluções que levarão você a noites tranquilas e bem dormidas, faça parte de nossa lista Vip baixando gratuitamente o e-book O Guia Definitivo Para Uma Boa Noite de Sono.

Afinal…

Sono e emagrecimento estão relacionados!

Um bom sono traz diversos benefícios para a saúde. Porém, poucas pessoas sabem que o sono é um cúmplice fiel ao emagrecimento.

Agora que você conhece essa ligação, é possível emagrecer com mais conforto e segurança a partir de uma noite de sono tranquila.

Ah, e pode contar comigo! Nos vemos em breve!

Bom sono!