fbpx

Dormir bem é o melhor remédio | CONTATO (11)3539-2790

Rua Dr. Veiga Filho, 350 | 7ºandar - Higienópolis - São Paulo

5 BENEFÍCIOS DA SONECA – OU SERIAM MALEFÍCIOS?

Soneca depois do almoço, cochilar no ônibus indo ou voltando do trabalho, tirar uma soneca na rede numa tarde quente, encostar a cabeça em qualquer lugar para uma “cochiladinha”…

Quem nunca, não é mesmo?

Essas situações são corriqueiras na vida do cidadão brasileiro. A soneca, para muita gente, é uma necessidade no cotidiano.

Inclusive, em algumas regiões do país, a sesta (como é popularmente conhecida essa breve cochilada) é uma tradição diária, que a pessoa tem geralmente no início da tarde, logo depois do almoço.

Acredite, há lugares em que essa sesta é costume mesmo.

Em algumas cidades no Brasil,  comércios inclusive fecham as portas para reabrir somente quando se finda este horário. É o caso da cidade de Treviso, em Santa Catarina.

Esse período de sono é muito comum em alguns países na verdade, não só no Brasil. Porém é mais praticado em regiões onde o clima é quente.

Curiosamente, não foi o Brasil que inventou a sesta. A palavra tem origem na expressão latina “hora sexta”, que no calendário romano correspondia à sexta hora a partir da manhã, ou seja, ao meio-dia.

A sesta tradicional, ou seja, sono durante o dia começou na Espanha, onde é chamada de “siesta” em castelhano; e por influência espanhola, outros países latino-americanos aderiram.

A lista de países além do Brasil e da Espanha que hoje praticam a sesta é grande: China, Vietnã, Bangladesh, Índia, Itália, Grécia, Portugal, Croácia, Malta, Oriente Médio e Norte da África.

O que todos eles têm em comum?

Justamente os fatores mencionados anteriormente: a alta temperatura somada ao consumo de alimentos pesados na refeição do meio-dia.

Em parte desses países, o calor pode ser muito forte no início da tarde, logo depois do período do almoço.

No entanto, em algumas regiões desses países, como o Norte de Espanha, ou o sul da Argentina e do Chile, o clima é semelhante ao do Canadá e do norte da Europa, apresentando temperaturas consideravelmente mais baixas.

Acontece que, nesses casos, a prática comum é a agricultura e pecuária, dentre outras atividades predominantemente rurais.

Por estes trabalhadores acordarem muito cedo, o período do almoço também é cedo, sendo comum a principal refeição do dia ser logo ao meio dia, e muito breve. Por isso a prática.

Basicamente, os dois maiores fatores (clima e alimentação pesada) são os que mais contribuem para a sensação de sonolência pós-almoço

Porém, apesar da prática comum, há quem diga que ela é muito prejudicial à higiene do sono e que ela pode afetar o sono noturno.

Outros afirmam que o efeito dos cochilos aumentam a produtividade de quem tem o hábito como rotina.

Sendo assim, eis a dúvida: essa famosa soneca faz bem ou mal à saúde do sono?

O tempo da soneca faz diferença? Por exemplo, 10 minutos de cochilo é melhor do que 30 minutos?

Essas são algumas dúvidas que hoje nós iremos procurar esclarecer neste artigo.

Portanto, se você costuma tirar aquela sonequinha, seja após o almoço, seja no ônibus voltando do trabalho, leia até o final!

5 benefícios da soneca

soneca

Como já mencionado aqui anteriormente, são muitos os países cujos os cidadãos adotam a soneca como hábito.

Em alguns, na verdade, a sesta é uma tradição popular, como na Espanha, por exemplo. Aqui no Brasil, no entanto, o cochilo rápido não foi institucionalizado.

Mas ainda temos a hora obrigatória de almoço nas empresas, então é possível tirar a sesta após a refeição, em alguns casos. Inclusive, algumas empresas disponibilizam esse espaço para os seus colaboradores.

E, acredite, ela pode trazer muitos benefícios tanto para o seu corpo, quanto para a sua mente.

Seu corpo é como uma grande empresa. Se um setor falha, afeta automaticamente outros setores.

Da mesma forma, seu corpo te alerta sobre possíveis falhas que você vem cometendo em sua manutenção. O grande problema é quando você ignora essas falhas.

Automaticamente, quando você insiste em levar uma determinada rotina prejudicial, perde-se  muito em qualidade de vida.

Mas, o que isso tem a ver com a soneca?

A resposta é: tudo!

Porque quando seu corpo está trabalhando em excesso e se desgastando sem nenhuma pausa, uma coisa começa a puxar outra e quando você menos espera você começa a ficar doente.

Isso é sinal de problemas de manutenção do corpo, especialmente em relação ao sono. A falta de higiene do sono leva automaticamente ao caminho da insônia.

Portanto, atente-se ao funcionamento do seu organismo. Quando ele pede uma pausa, dê o que ele está pedindo.

Uma pequena “recarga” de energias não faz mal a ninguém e ainda põe a mente em um estado de atenção muito maior.

Veja agora, nas próximas linhas, alguns benefícios da soneca. Confira!

[1] A soneca reduz o estresse e a ansiedade

Ficar cansado ou mesmo não dormir as preciosas oito horas de sono leva ao mau humor, que automaticamente leva ao estresse, e em um ciclo sem fim traz mais cansaço.

Uma boa soneca, porém, quebra esse ciclo, dando ao corpo um descanso quando ele está no pico deste estresse.

Cientificamente, já foi comprovado que pessoas que não tiravam uma soneca tinham um grande aumento dos hormônios do estresse no organismo, levando a outros problemas de saúde.

É importante que principalmente os homens prestem atenção nisso, porque tais problemas com estresse são mais comuns nos rapazes.

[2] A soneca estimula as funções cognitivas

soneca

Todo mundo sabe do poder que uma noite mal dormida tem sobre um indivíduo.

Se ultimamente você não anda dormindo bem, obviamente seu dia não rende tanto quanto renderia em casos de uma noite completa de sono.

Se o sono noturno é capaz de aumentar a capacidade do cérebro de reter informações, o mesmo se aplica à soneca.

Você pode até não acreditar, mas dormir cerca de 60 a 90 minutos, ou seja, pequenos intervalos de tempo, provoca um aumento considerável na capacidade de concentração pelas próximas 24 horas!

Sendo assim, por que você não tenta fazer um teste para dar um upgrade nas suas próprias funções?

[3] A soneca também ajuda a manter o coração saudável

Essa informação vem direto de Harvard, uma das maiores universidades dos EUA.

Segundo um estudo da Universidade de Harvard, tirar uma soneca regularmente ajuda a equilibrar as funções cardíacas.

E, não só isso, também ajuda a evitar problemas no coração conforme a idade vai chegando e seu corpo fica mais desgastado.

O estudo orienta ainda uma ‘soneca regular’ com descanso de até 30 minutos no dia, com repetição de pelo menos três vezes na semana.

Vêm sofrendo com problemas no coração? Que tal tentar regularizar isso agora mesmo com uma boa soneca?

[4] A soneca melhora a sua performance na atividade física

Quem disse que soneca e preguiça andam de mãos dadas, definitivamente se enganou.

Toda essa história de quem cochila durante o dia é preguiçoso é só história para boi dormir, com o perdão do trocadilho.

Essa pequena pausa da soneca deixa o corpo pronto para a atividade física.

Ela aumenta a qualidade da performance, dá mais velocidade e ainda melhora o desempenho de quem pratica exercícios.

Vale lembrar que aumenta também o tempo de reação do corpo a um exercício.

[5] A soneca combate a fome excessiva

O que você mais faz quando está sem energia, desanimado e extremamente cansado?

Se alimentar para repor as energias, é natural e extremamente comum.

Porém, com o cansaço, a tendência é sentir ainda mais fome que o normal.

Isso porque, nesse momento, seu corpo está pedindo para as baterias serem recarregadas com mais nutrientes.

E onde a soneca entra com a ajuda neste caso?

Um sono curto à tarde é capaz de aumentar o nível de energia e acredite: ela equivale a um lanche da tarde, por exemplo.

Portanto, a soneca ajuda muito a espantar aquela vontade de comer fora de hora.

Quando a soneca se torna prejudicial à saúde?

soneca

Pois bem, acontece que soneca em excesso, pode sim ser prejudicial e, automaticamente, trazer malefícios à saúde.

Sonecas em determinados horários e com um tempo curto, de minutos, realmente pode te ajudar muito em seu dia a dia.

O problema é quando o “cochilo” se estende para mais de 40 minutos, pois isso está associado a um risco maior de síndrome metabólica.

A síndrome metabólica é um conjunto de doenças que podem aumentar o risco de problemas no coração (problemas cardiovasculares)

Essa informação se deu através de estudos científicos realizados por pesquisadores da Universidade de Tóquio

Após analisar diferentes estudos, eles chegaram a conclusão que o ideal para quem quiser tirar uma soneca depois do almoço é dormir até 30 minutos.

A pesquisa mostra que, até meia hora de sono, os efeitos podem ser benéficos ao coração, mas ainda não se sabe de fato a força desse efeito e a forma como ele age em nosso organismo.

Essa soneca de até meia hora pode fazer também com que a pessoa acorde mais leve e mais bem disposto, ela estimula sua criatividade e o aprendizado.

Para crianças, por exemplo, a soneca é perfeita. Mas nesse caso, pode-se estender o tempo de sono por mais de meia hora, levando em consideração a energia que essa criança precisa repor.

Mas não se esqueça de ficar atento ao horário do dia onde ocorrem esses cochilos, para não interferir no sono completo durante a noite.

Segundo alguns especialistas, o melhor horário do dia para cochilar sem prejudicar o sono noturno é entre 13h e 16h, dependendo do horário que a pessoa costuma acordar e do horário que ela costuma dormir.

Portanto, tente separar de 10 a 30 minutinhos do seu dia para uma soneca relaxante e renovadora.

Concluindo o raciocínio a respeito da soneca boa e da soneca má

Pois bem, como mostramos aqui, você pode perceber que a soneca ser boa ou ruim.

Logo, conclui-se que a sesta pode fazer muito bem à saúde, mas há contra-indicações.

No entanto, para quem tem distúrbios do sono ou mesmo costuma dormir pouco, pode sim se beneficiar de um cochilo vespertino.

Até porque, se mantiverem a rotina da falta de sono podem vir a desenvolver insônia em algum dado momento.

Mas, para aqueles que hoje já sofrem com o mal da insônia, dormir pela tarde pode ser contraproducente para pegar no sono de noite. Logo, não é recomendado.

Quem tem insônia, se tirar a soneca da tarde, poderá ter ainda mais dificuldade em pegar no sono de noite. Se esse for o seu caso, mesmo que se sinta muito cansado durante o dia, evite a soneca para não perpetuar o problema.

O cansaço constante pode ser um sinal de alerta para algum problema mais sério, como a apneia, que pode levar a doenças cardiovasculares e metabólicas que colocam em risco a saúde como um todo. Cochilos não ajudam neste tipo de cansaço.

O que pode te ajudar neste caso é o nosso Guia definitivo para uma boa noite de sono, um e-book gratuito preparado especialmente para você que sofre de insônia.

Opostamente, quem não tem problemas para dormir de noite, um cochilo rápido pode ajudar a melhorar o estado de alerta depois de uma noite em claro.

O cochilo pode combater os efeitos da restrição de sono, ajudando os sistemas imunes e neuroendócrinos a se recuperarem. Mas é preciso ter cuidado.

O excesso de sono sinaliza que um médico precisa ser consultado, e a ausência mais ainda.

O sono insuficiente pode causar muito mais do que a queda da produtividade, pode causar acidentes.

Pessoas que dormem pouco têm uma probabilidade muito maior de desenvolver doenças crônicas: obesidade, diabetes, pressão alta e depressão.

A realidade é que o sono saudável é reparador e renovador das energias, de uma forma ou de outra.

A falta dele afeta a memória, deixa o raciocínio mais lento, faz o mau humor predominar, deixa o estado de ânimo mais baixo e compromete a  concentração e atenção.

Isso sem mencionar que a aparência física também muda, em alguns casos, drasticamente. O indivíduo fica bem abatido. Portanto, respeite o seu relógio biológico.

Esse é um tema interessante, e ainda temos muito o que explorarmos juntos sobre isso.

Então convidamos você para ir além. Para saber mais sobre esse tema, leia o nosso outro artigo, “Os cochilos durante o dia prejudicam o sono?”, pois ele terminará de completar as informações que porventura podem ter faltado nesse.

Leave a Comment

(0 Comments)

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *